Guartelá

IMG-BLOG

Parque Estadual do Guartelá

Criado em 1992 com o objetivo de assegurar a preservação dos ecossistemas típicos o Parque Estadual do Guartelá abriga em seu território o Cânion do Rio Iapó, além da impressionante Cachoeira da Ponte de Pedra, que apresenta a formação de uma ponte cortando a queda e os Panelões do Sumidouro, verdadeiras banheiras de hidromassagem naturais.

Conforme a lenda, o nome “Guartelá” surgiu expressão “Guarda-te-lá que cá bem fico”, utilizada por um morador da região ao prevenir seu “compadre” de um ataque indígena, habitantes estes que tem sua história registrada nos arenitos, através das pinturas rupestres.

O Parque possui 2 trilhas:

Trilha básica- tem em torno de 5 km ida e volta 2 horas e meia a 3 horas de caminhada, nesta trilha é possível visitar o Mirante do Parque, Cachoeira da Ponte de Pedra ( não e possível tomar banho) e panelões do Sumidouro (piscinas naturais), onde é possível banhar-se. Trilha autoguiada.

Trilha Completa- inclui as Pinturas Rupestres, Mirante do Canion Guartelá, Cacheoira da Ponte de Pedra ( não é permitido o banho) e panelões do Sumidouro (permitido o banho). Trilha somente com guia contratado por uma Operadora de Turismo local. Se chover 2 dias antes ou no dia da visita não ocorre a trilha.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:

O Parque está aberto das 09h às 16:30h, de quarta-feira a domingo e feriados nacionais. Aconselha-se, para melhor aproveitar o passeio, a chegada ao Parque no período da manhã ou logo após o almoço, devido a extensão dos trajetos e tempo necessário para percorrê-los. Verifique sobre o funcionamento do parque em feriados através do disk turismo 0800 643 1388. Grupos com mais de 30 pessoas devem ser agendados previamente no fone 0800 643 1388.
Para realizar a trilha de pinturas rupestres é necessária a contratação de condutor ou guia de turismo das operadoras da cidade.

ATIVIDADES PROIBIDAS:

– Qualquer tipo de comércio ambulante na área do Parque;
– Acampar;
– Churrasco;
– A entrada de animais domésticos;
– Consumo de bebidas alcoólicas;
– Acesso de pessoas sobre a Ponte de Pedra;
– Sair das trilhas previamente demarcadas e sinalizadas;
– Banhar-se em locais não autorizados;
– Porte de facas, facões, foices, assim como de quaisquer outras ferramentas manuais de corte, armas de fogo, motosserras e equipamentos que causem distúrbios sonoros na área;
– Coletar, depredar, entalhar e desgalhar as espécies arbóreas mantidas nas diversas áreas do Parque;
– A prática de atos que possam provocar incêndios na área;
– O abandono de lixo, detritos de qualquer natureza ou outros materiais que maculem a integridade paisagística, sanitária ou cênica da área;
– Caçar, pescar, coletar e apanhar peças do meio físico e de espécimes da flora e da fauna em todas as zonas de manejo, ressalvadas aquelas com finalidades científicas, desde que autorizadas pelo IAP – Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas (DIBAP);
– A entrada de pessoas, veículos e equipamentos dentro do Parque não autorizadas pelo IAP;
– Alimentar e assustar os animais.

PARA SUA SEGURANÇA:

– Cadastre-se. O Cadastro é sua garantia de socorro em uma emergência;
– Obedeça a sinalização e a orientação dos funcionários e voluntários;
– Evite caminhar sozinho ou em grupos muito grandes;
– A visita ao Parque é realizada por trilhas, evite danos ao meio ambiente não saindo das trilhas indicadas;
– Em caso de acidente, procure avisar a administração do Parque o mais rápido possível;
– No Parque há telefone de uso exclusivo para a administração, o sinal para celular é instável;
– Há um sistema de rádio comunicação que auxilia em casos de emergência.

LEMBRETES:

– Contribua com a conservação do Parque andando somente pelas trilhas sinalizadas e locais de descanso permitidos;
– Traga seu lixo de volta;
– Procure andar sempre em grupos pequenos;
– Procure andar em silêncio, contemple a natureza, tire apenas fotografias;
– Comunique à Administração seu retorno;
– O Parque conta com uma equipe de voluntários que monitoram as trilhas e os orientam durante sua visita;
– Qualquer dano promovido pelo visitante sujeitará o mesmo às sanções previstas na legislação ambiental vigente.

Rodovia PR 340 – KM 247 – Guartelá
(42) 9 8873 8568

www.iap.pr.gov.br