× Fechar menu
Licitação ao vivo
, clique aqui
Prefeitura Municipal de Tibagi

Tibagi implanta sistema de controle de veículos

Servidores participaram de uma capacitação com a empresa que está instalando o sistema

A Prefeitura de Tibagi começou a implantar, no início de setembro, o sistema de gestão de combustível e rastreamento nos veículos da frota municipal. Todos os 134 automóveis do município receberão chips que controlarão o abastecimento e a quilometragem percorrida.

O funcionário da prefeitura e um dos responsáveis pela implantação do sistema, Mizael Vieira dos Santos, explicou como funcionará cada uma das etapas. “A gestão de combustível funcionará da seguinte forma: todos os veículos da Prefeitura terão um chip de identificação na boca do tanque e as bombas serão automatizadas. A partir do momento que o funcionário for abastecer, o bico, colocado no tanque, fará a leitura de qual veículo é aquele. Quem estará atendendo na bomba apenas deverá colocar a quilometragem do veículo abastecido. Ele faz o reconhecimento e preenche já no relatório pelo sistema do software”, disse.

Sobre o rastreamento dos veículos, ele comenta que haverá duas formas. “Uma com identificação do motorista, que são os carros que mais circulam fora do município, os carros da saúde, por exemplo, e outros veículos que viajam bastante. Nesses veículos, a gente realizou um estudo, eles trocam de motorista constantemente, então cada motorista que faz uso desses veículos, terá um cartão de identificação, que é de uso individual. A partir do momento que eu entro naquele veículo, ele está com identificador do motorista, eu passo meu cartão e ele identifica que sou eu, no caso. Ele vai registrar quilometragem, tempo de parada, onde ele foi, onde ele ficou, todo o trajeto, todas as informações que são importantes estará registrando. E têm os veículos que vão ser só rastreados, esses veículos ficam na mão de apenas um motorista, como os ônibus da educação em 90% do tempo que tem motorista físico.  As máquinas serão rastreadas via satélite, como elas ficam 90% do tempo no interior, e não tem sinal GRPS, elas serão rastreadas via satélite, com informações como a quilometragem, onde a pessoa está, isso em tempo real. Todo esse rastreamento será em tempo real”, concluiu.

O gerente da Computer Run, empresa responsável pelo sistema, deu de detalhes do que foi abordado durante o treinamento. “Hoje vai ser mais uma explicação técnica, do funcionamento do sistema online, do acesso desde o rastreamento, ao monitoramento via satélite, ao abastecimento, como funcionarão os relatórios, como vai ser apresentado todos os dias a transmissão online, os abastecimentos efetuados diariamente. O controle de cotas, o número de dias, o limite por frota, por secretaria. Foi uma apresentação voltada para a parte operacional, técnica nos computadores e equipamentos”, definiu.

Galeria de fotos


Compartilhe nas redes sociais: