× Fechar menu
Licitação ao vivo
, clique aqui
Prefeitura Municipal de Tibagi

SMS divulga plano de contingência ao coronavírus

A orientação da Secretaria de Estado de Saúde (Sesa), além das medidas de saúde pública, é para que eventos públicos ou festividades sejam mantidos

13/03/2020 em SAÚDE

A Secretaria Municipal de Saúde de Tibagi (SMS), já elaborou a primeira versão do plano municipal de contingência do Covid-19, o coronavirus. Neste plano, são definidas as principais ações a serem tomadas pelo município para buscar conter a disseminação da doença.

Segundo o secretário Wilson Silva, são medidas de precaução universal contra doenças respiratórias, como lavagem das mãos e evitar ambientes aglomerados e fechados. “As unidades de saúde receberão as orientações do plano de contingência, para agilizar os atendimentos. O Estado, até o momento, não recomenda cancelamento de eventos públicos, ou seja , as festividades do aniversário da cidade estão mantidas”, explica.

De acordo com o documento “A Secretaria da Saúde do Paraná, por meio do COE - Centro de Operações em Emergências, informa que o Governo do Estado está alinhado com o Ministério da Saúde e que até o momento não há orientação para cancelamento de atividades coletivas e eventos públicos”.

O secretário de Saúde de Tibagi tranquiliza e afirma que as comemorações estão mantidas. “Até o presente momento não há orientação de cancelamento de atividades coletivas e eventos públicos. Essa é a orientação que recebemos da 21ª Regional de Saúde. Isso ratifica a realização das festividades de aniversário da cidade”, falou Silva.

A nota também ressalta que as orientações de prevenção e medidas que já estão sendo repassadas. “Medidas como evitar aglomerações, especialmente para grupos de maior risco, como idosos e pessoas portadoras de comorbidades, já estão sendo orientadas, além das demais medidas que já vinham sendo recomendadas, como o uso das etiquetas respiratórias – que compreendem a higienização das mãos, cobrir o nariz ao espirrar e tossir, usar lenços descartáveis”, afirma o informativo.

Confira a nota da Sesa na íntegra:

NOTA INFORMATIVA 11 de março de 2020

Atividades Coletivas

A Secretaria da Saúde do Paraná, por meio do COE - Centro de Operações em Emergências, informa que o Governo do Estado está alinhado com o Ministério da Saúde e que até o momento não há orientação para cancelamento de atividades coletivas e eventos públicos.

No entanto, medidas de contenção estão sendo analisadas diariamente pelo Ministério da Saúde e COE estaduais, sempre avaliando evidências de efetividade para cada cenário.

É imprescindível, neste momento, a união no âmbito do SUS e a sintonia nas decisões e intervenções junto às três esferas de governo.

Medidas como evitar aglomerações, especialmente para grupos de maior risco, como idosos e pessoas portadoras de comorbidades, já estão sendo orientadas, além das demais medidas que já vinham sendo recomendadas, como o uso das etiquetas respiratórias – que compreendem a higienização das mãos, cobrir o nariz ao espirrar e tossir, usar lenços descartáveis.

É recomendado ainda o isolamento domiciliar dos casos suspeitos e reforço da Vigilância nas Unidades Sentinelas das síndromes gripais que atuam no Paraná. O Paraná tem sistema considerado referência pelo Ministério da Saúde em organização, capilaridade, monitoramento e mapeamento de casos de síndromes respiratórias agudas graves.

Silva ainda salienta os cuidados necessários para evitar a doença. “É importante que as pessoas adotem as medidas de prevenção, como lavagem das mãos, uso de álcool gel 70%, manter ambientes arejados, evitar aglomerações em ambiente fechado, se tossir ou espirrar, utilizar lenço ou o braço para cobrir a boca, e se apresentarem sintomas como tosse, falta de ar e febre, procurem o serviço de saúde mais próximo de sua casa. Lembramos também de evitar a automedicação, que pode mascarar algum quadro”, complementou.

A SMS está diposnível para sanar dúvidas através dos telefones 3916-2167 e 3916-2166.

O Ministério da Saúde desenvolveu um material explicativo sobre a doença. Confira aqui.


Compartilhe nas redes sociais: