× Fechar menu
Licitação ao vivo
, clique aqui
Prefeitura Municipal de Tibagi

Semana do Professor homenageia Marieta Teixeira

 Semana do Professor homenageia Marieta Teixeira
ACONTECEU!
Semana do Professor homenageia Marieta Teixeira


Na semana em que se comemora o Dia dos Professores, em 15 de outubro, a coluna de fatos históricos, Aconteceu!, homenageia uma ilustre cidadã tibagiana que neste ano faleceu aos 91 anos. Marieta da Costa Teixeira dedicou grande parte de sua vida, cerca de 35 anos aos interesses da educação tibagiana. O Museu Histórico Desembargador Edmundo Mercer Junior foi buscar a história desta data no Brasil e a relação com a homenageada especial.

No Brasil, o Dia dos Professores é comemorado no dia 15 de outubro e tem suas origens no dia 15 de outubro de 1827 quando D. Pedro I, Imperador do Brasil, institucionalizou o Ensino Elementar no País. Este decreto, além de falar do ensino elementar em todo o território nacional, falava também de salário de professores e até como deveriam ser contratados. Mas, somente em 1947 que a data foi oficialmente criada e dedicada a eles.

Outra origem curiosa da data dos mestres tem origem com o professor Salomão Becker que sugeriu um encontro no dia 15 para uma pequena confraternização entre professores e alunos onde se traziam doces e demais quitutes. Na ocasião, o professor em discurso afirmou que seria interessante manter essa confraternização feita de forma anual. A celebração começou então a ser adotada em várias escolas, que iam além de Piracicaba - cidade do professor Salomão, até que foi oficializada nacionalmente pelo Decreto Federal de 14 de outubro de 1963.



Professora Marieta

O legado na área de educação em Tibagi deixado pela professora Marieta Costa Teixeira é imenso. Desde 1942, quando ela ingressou na Escola de Professores de Ponta Grossa, atualmente conhecido como Instituto de Educação, passaram-se 35 anos de dedicação e amor à causa.



O início desta bonita história é quando ela foi diplomada Professora Normalista no dia 23 de novembro de 1943. No ano seguinte através de decreto municipal de 23 de julho foi nomeada professora primária para exercer o cargo no Grupo ‘Escolar Telêmaco Borba’, desta vez já morando em Tibagi. A partir daí, sua ligação com a escola só se firma e enraíza. Em 1952 foi nomeada diretora do Grupo Escolar ‘Telêmaco Borba’ e também da Escola Normal Regional acumulando os dois cargos com o de Inspetora Auxiliar de Ensino de Tibagi. Nesta condição permaneceu durante 10 anos.



Em 1956 em virtude de habilitação em concurso, foi nomeada por decreto Governamental nº 2536 como professora do Ensino Médio, na disciplina de matemática para exercer o cargo na Escola Normal Regional de Tibagi. Em 1963 em virtude da aprovação em concurso foi nomeada professora do ensino Médio da disciplina de Economia Doméstica para exercer o cargo no Ginásio Estadual Irênio Moreira Nascimento. Lecionou por diversas vezes as disciplinas de Matemática e Economia Doméstica e era também titular em outras disciplinas como Psicologia, Educação Física e Higiene, em caráter suplementar.



Em 1966, desligou-se da direção da Escola Normal Ginasial sendo nomeada Diretora da Escola Normal Colegial, criada naquele mesmo ano. Em 1969 depois de 17 anos de direção e 25 anos de magistério, aposentou-se continuando, entretanto, a ministrar aulas nos famosos educandários como professora de Economia Doméstica no Ginásio Estadual e suplementarista em outras disciplinas.



Em 1979 aposentou-se na Disciplinas de Economia Doméstica do Ginásio Estadual Irênio Moreira Nascimento, encerrando sua carreira depois de 35 anos de magistério.



Reconhecimentos

Por sua dedicação à causa do ensino no Município, em 20 de outubro de 1971 a Câmara Municipal de Tibagi concedeu o Título de Cidadã Honorária. Em outubro de 1998, o Rotary Clube de Tibagi lhe entregou uma placa de prata em referência ao título ‘Profissional’, em reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à comunidade, especialmente na área de educação. Recebeu homenagem da Prefeitura de Tibagi, no evento Primavera dos Museus em 2011 que teve o tema ‘Mulheres, Museus e Memória’.



Vida

Marieta Costa Teixeira nasceu em Piraí do Sul em 3 de setembro de 1922, filha de Leandro Manoel da Costa e Adília Rolim Costa. Com sua família, aos dois anos foi residir em Ponta Grossa onde cursou o primário na Escola Complementar, escola de Aplicação da referida cidade.

Em 1937 ingressou no Ginásio Estadual Regente Feijó, onde frequentou ate a 3ª serie ginasial. Em 1940 pediu transferência para o Colégio Paranaense Feminino de Curitiba, onde concluiu o curso ginasial, em 1941.

Em 1945 casou-se com o senhor Manoel Cláudio Teixeira, onde tiveram os filhos Gilberto Leandro Costa Teixeira, Cláudio José Costa Teixeira e Gilmar Tadeu Costa Teixeira.

Durante sua vida deixou registrada sua contribuição às atividades religiosas e com grande participação em diversos trabalhos desenvolvidos pela Paróquia Nossa Senhora dos Remédios.

Marieta faleceu no dia 6 de agosto de 2013, aos 91 anos.



Aconteceu!

Para valorizar o acervo do Museu e divulgar os acontecimentos que fizeram história em Tibagi, toda semana o diretor Neri Assunção, em parceria com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, desenvolve textos que relatam fatos marcantes na coluna Aconteceu!, no site (www.tibagi.pr.gov.br).

O Museu Histórico oferece trabalhos desenvolvidos em pesquisas e exposições temporárias. Permanece aberto de terça à sexta-feira das 8 horas às 11h30 e das 13 horas às 17h30.Sábados e domingos, a visitação pode ser feita das 9 horas às 11h30 e das 13h30 às 17 horas. Para agendamento, o telefone é (42) 3916-2189. A entrada é franca.



Texto: Assessoria de Comunicação
Pesquisa: Nery Aparecido de Assunção
Fonte: http://www.calendario2013.com.br
Acervo: Museu Histórico
Agradecimento: Câmara Municipal de Tibagi

Galeria de fotos


Compartilhe nas redes sociais: