× Fechar menu
Licitação ao vivo
, clique aqui
Prefeitura Municipal de Tibagi

Projeto Independência completa 30 anos da primeira apresentação

 Projeto Independência completa 30 anos da primeira apresentação
ACONTECEU!
Projeto Independência completa 30 anos da primeira apresentação


Em 7 de setembro de 1984, a cidade de Tibagi no Centro Municipal de Eventos – Horto Florestal transformou-se em grande centro cultural e turístico. O projeto Independência contava a história do descobrimento do Brasil, abolição da escravatura, Inconfidência Mineira até a proclamação da Independência às margens do riacho Ipiranga e reunia atores e colaboradores do município e cidades vizinhas. Todas estas passagens estão registradas em exposição no Museu Histórico Desembargador Edmundo Mercer Junior com imagens do acervo pessoal do fotógrafo Célio Luiz Zapzalka e faz parte da programação da oitava edição da Primavera dos Museus.






“A Prefeitura cedeu um área no Parque de Exposições no Horto Florestal, onde todo cenário foi confeccionado, com aproximadamente 120 figurantes de Tibagi e região”, conta o diretor do Museu, Nery Aparecido Assunção. “O coordenador do Projeto era Izidro Constantino Guedes que contava com apoio da Prefeitura, sendo prefeito na época o Dr. José Tibagy de Mello, também com apoio da Câmara de Vereadores”, acrescenta.


Nery recorda que a população de Tibagi ficava concentrada para assistir a história do Brasil contada de maneira muito realista. “Eram momentos profundos e que exigia atenção completa dos expectadores como ns cenas da chegada da frota de Pedro Álvares Cabral,




o contato com os indígenas, a primeira missa,





a libertação da escravatura,





o momento de silêncio ao rufar dos tambores quando era enforcado Tiradentes.






Tinha também o momento da presença da família real com Jose Bonifácio e Princesa Leopoldina





até chegar o Grito do Ipiranga, fazendo semelhança ao quadro de Pedro Américo”, detalha.








Primavera dos Museus

A Primavera de Museus, que em setembro vai mobilizar as instituições museológicas de todo o país, tem por tema a criatividade. Pelo oitavo ano consecutivo, renova-se o evento, que cumpre, no segundo semestre, o papel desempenhado em maio pela Semana Nacional de Museus.


Ao propor o conceito de “museu criativo”, o Instituto Brasileiro de Museus elege-o como o principal estímulo à manutenção e ao desenvolvimento de cada museu, na exploração de sua capacidade de inovar-se, modernizar a gestão, diversificar iniciativas, ampliar a presença no território em que se acha inserido e atrair público.


Fonte: Nery Aparecido Assunção - Museu Histórico Desembargador Edmundo Mercer Junior
Agradecimentos: Célio Luiz Zapzalka

Galeria de fotos


Compartilhe nas redes sociais: