× Fechar menu
Licitação ao vivo
, clique aqui
Prefeitura Municipal de Tibagi

Praça Edmundo Mercer tem mais de 50 anos de história

 Praça Edmundo Mercer tem mais de 50 anos de história
ACONTECEU!
Praça Edmundo Mercer tem mais de 50 anos de história


A coluna de fatos e curiosidades, ‘Aconteceu!’, foi buscar em seus registros a história de uma das praças mais antigas da cidade, a Praça Edmundo Mercer, que em 2013 passa por uma grande obra de revitalização. Para entender o início de sua criação, o Museu Histórico Desembargador Edmundo Mercer Junior remete ao ano de 1905 para começar a narrar mais esta curiosidade.

A Câmara Municipal de Vereadores, em sessão realizada no dia 4 de janeiro daquele ano, aprovou a criação e divisão de ruas e logradouros públicos da cidade de Tibagi, denominando parte da área dos fundos da Igreja Matriz de Largo do Mercado. Em 1907 o camarista Major Hugo Nickol apresentou uma emenda propondo a alteração de Largo do Mercado para ser denominado como Largo Coronel Espírito Santo.





Em 1916, o prefeito Coronel Telêmaco Borba assinou decreto desapropriando um terreno dos padres estigmatinos para nele ser construído o Mercado Municipal. A obra teve início naquela época, mas jamais foi terminada e usada para aquele fim. Na administração do prefeito Edmundo Mercer Junior foi, mais tarde, adaptado para ser sede da Prefeitura de Tibagi, onde atualmente está a Casa da Cidade – Centro Cultural.

Novamente a Câmara Municipal em 4 de julho de 1930 através da Lei nº 7, aprovou a planta cadastral de Tibagi e novamente a praça sofreu nova alteração. Na lei de nomeação dos logradouros, passou de Largo Coronel Espírito Santo para Praça Centenário.





Em 12 de fevereiro de 1948, a Câmara Municipal de Tibagi aprovou nova lei que finalmente estabeleceria a nomenclatura Praça Edmundo Mercer, sendo sancionada pelo Prefeito Leopoldo Leonel de Sá Mercer.





É neste momento que a praça passou a ser ponto de encontro das crianças e jovens que se reuniam para praticar esportes no 'campinho atrás da igreja’, como carinhosamente ficou conhecida.





Lá, eram realizadas as partidas de futebol com a garotada toda uniformizada. As recordações do espaço dão conta das manilhas espalhadas pelo local onde as crianças podiam brincar e da tradicional mesada de anjo que por muito tempo aconteceu em plena praça.





No ano de 1984, na gestão do prefeito José Tibagy de Mello a praça passou por revitalização ganhando uma quadra de esportes com iluminação moderna para a época, parque infantil, quadra de areia e um calçadão. Em 1991, o famoso calçadão passaria a denominar-se ‘Caminho do Guataçara’, na gestão do prefeito Eugênio Rodrigues Carneiro.




Palco de grandes festas

A Praça Edmundo Mercer é palco anualmente das comemorações do carnaval onde recebe em torno de 80 mil pessoas durante os dias do festejo. Mas foi no ano de 2000, na gestão do prefeito Homero Talevi Campos que a praça passou a sediar o tradicional carnaval de Tibagi com tendas e praça de alimentação.





É na praça central que durante dois dias por semana é promovida a Feira do Produtor, as quartas-feiras e sábados. A partir deste ano, a Festa de Ação de Graças pela Colheita também passou a ser feita no espaço, que durante o ano todo acolhe atletas para a prática de esportes diversos.



Praça Edmundo Mercer torna-se canteiro de obras

Uma das praças mais frequentadas pela população e conhecida por receber os principais eventos do município está prestes a receber uma grande obra de revitalização. A Praça Edmundo Mercer - no coração da cidade - conhecida também como praça da Matriz, passará por reformas em espaços como o playground, Caminho do Guataçara e receberá ainda outras melhorias.




Entre as melhorias previstas está o nivelamento de toda a praça, implantação da Academia da 3ª Idade, dois parques infantis, espaço de recreação, quadra de areia, iluminação, mobiliário urbano e paisagismo. “Será uma praça moderna, muito bonita e já preparada para receber grandes eventos. Entendemos também que é na praça que as famílias têm costume de passear e brincar com seus filhos e se torna um ponto de encontro. Queremos que eles se sintam seguros e tranquilos”, salienta a prefeita Ângela Mercer de Mello.


Aconteceu!

Para valorizar o acervo do Museu e divulgar os acontecimentos que fizeram história em Tibagi, toda semana o diretor Neri Assunção, em parceria com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, desenvolve textos que relatam fatos marcantes na coluna Aconteceu!, no site (www.tibagi.pr.gov.br).

O Museu Histórico oferece trabalhos desenvolvidos em pesquisas e exposições temporárias. Permanece aberto de terça à sexta-feira das 8 horas às 11h30 e das 13 horas às 17h30. Sábados e domingos, a visitação pode ser feita das 9 horas às 11h30 e das 13h30 às 17 horas. Para agendamento, o telefone é (42) 3916-2189. A entrada é franca.


Texto: Assessoria de Comunicação
Pesquisa: Nery Aparecido de Assunção
Fonte: História de Tibagi – Luiz Leopoldo Mercer e Edmundo Mercer
Arquivo e acervo: Museu Histórico/Christian Camargo

Galeria de fotos


Compartilhe nas redes sociais: