Notícias: Projeto de capoeira de Tibagi é exemplo para Imbaú

on 19/10/2018 - 17:27 81 reads Ginga
Projeto de capoeira de Tibagi é exemplo para Imbaú


No início desta semana 28 integrantes do Grupo de Capoeira Guerreiros dos Palmares, sob responsabilidade do Mestre Nego Liso, que ensina capoeira para mais de 1000 alunos das escolas municipais da sede, foram ao município vizinho de Imbaú para participar da 1ª Roda de Confraternização realizada como parte das atividades do Projeto Ação Criança - evento que agrega atividades de entretenimento para toda a família com a participação de voluntários da cidade.



O convite veio do professor Edenilson Dias, conhecido como Dena, de Tibagi, que se mudou há pouco tempo para Imbaú e está começando um trabalho em uma academia local. Ele pretende disseminar a importância do ensino da Capoeira e desenvolver um trabalho junto às escolas, assim como acontece em Tibagi. “A capoeira gera inúmeros benefícios aos praticantes, pois proporciona resistência, velocidade, flexibilidade, força, agilidade, equilíbrio, coordenação e ritmo e as crianças que a praticam tornam-se mais desinibidas e mais seguras.” explica Dena.



O Mestre Nego Liso presta serviços à Prefeitura de Tibagi desde 2013 dando aulas de capoeira nas Escolas Municipais, da sede, e no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Aquarela, além das aulas no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV) da Vila São José e na Casa da Cultura, atendendo cerca de 1000 alunos.

O mestre estaca que os benefícios da capoeira vão além do bem estar físico, porque estimula na criança a disciplina, o respeito, o autocontrole, a atenção e a criatividade. “Além da criança se sentir segura no aspecto psicológico, ela não se frustra com relação à competição, pois o objetivo a ser alcançado é sempre o da auto-superação e não da superação sobre os demais companheiros.”, complementa Mestre Nego Liso.



No mês de julho, os alunos das escolas municipais participaram de uma roda de capoeira com o fundador do Grupo Guerreiro dos Palmares, Mestre Pop Lainy, que esteve em Tibagi para conhecer o projeto.

Texto: Assessoria de Comunicação
Imagens: Néia Jangada e João Pedro Agostinho