Notícias: Projeto da UHE Tibagi Montante é apresentado a professoras do interior

on 31/08/2018 - 20:10 228 reads Educação
Projeto da UHE Tibagi Montante é apresentado a professoras do interior


Professoras da Rede Municipal, dos distritos de São Bento e Caetano Mendes, assistiram a uma palestra com representantes da Usina Hidrelétrica (UHE) Tibagi Montante para conhecer os aspectos gerais da obra, desde a construção até os investimentos e projetos para amenizar os impactos sociais e ambientais que são desenvolvidos.




O público pode conhecer uma série de programas que o empreendimento precisa desenvolver paralelamente a obra, e que foram pré-definidos no processo de licenciamento ambiental, para que possa dar andamento ao projeto. Um deles é a Educação Ambiental.



Como parte desse programa, a cada semestre é realizada uma atividade com os alunos da rede municipal de ensino. No mês de junho, através de uma parceria com as Secretarias de Educação e Cultura e Meio Ambiente, foi apresentada em todas as escolas da rede municipal, a peça teatral "O Meio Ambiente Somos Nós", alusivo ao Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho.



Para Paulo Burian, da Soma, empresa que presta assessoria ambiental para a Tibagi Montante, as professoras são um ótimo canal para passar as informações. "Hoje aqui é uma forma de difundir a informação. E os professores são os melhores atores nesse sentido, por exemplo, os alunos podem trazer dúvidas dos pais e colocam na sala de aula e levam para casa depois. E também tirar dúvidas dos próprios professores, esclarecendo questionamentos", disse.



Alexandre Piló, gerente de meio ambiente da Tibagi Energia, destaca que entre os pontos positivos da obra, está a geração de emprego para 250 tibagianos e a antecipação da subestação, que possibilitará uma maior disponibilidade de energia para Tibagi, que ficará pronta juntamente com a usina.
Alexandre, ainda ressalta a preocupação da empresa com a segurança do trabalho de seus funcionários. "Temos pouco acidentes de trabalho, o que é muito positivo, pois uma obra daquele porte é sempre arriscado. A gente preza muito a questão de segurança do trabalho", falou o gerente.



A Concretizar Engenharia, empresa responsável pela obra da hidrelétrica também tem investido em capacitação e, em parceria com a Agência do Trabalhador, lançou os cursos de Noções de Alvenaria, Fundamentos da Carpintaria e Sinaleiros, com 145 vagas.

No último dia 16, o projeto da usina já havia sido apresentado para as professoras da sede.
Texto: Assessoria de Comunicação
Imagens: João Pedro Agostinho