Notícias: Prefeitura constrói Cmei na Vila São José

on 24/03/2011 - 16:19 1317 reads Com a proposta de universalizar o ensino infantil, o prefeito Sinval Silva (PMDB) anuncia para o próximo semestre o início das atividades em um novo Centro Municipal de Educação Infantil na Vila São José. O prédio de uma escola desativada no local está em obras de reforma e ampliação. Com R$ 200 mil de recursos do Município ainda serão construídas novas três salas de aula. O Cmei atenderá mais de 80 crianças em tempo integral no maternal I e II a partir já do próximo semestre.



Rildo Leonardi, secretário de Urbanismo e Obras Públicas, conta que a obra iniciou há mais de um mês e que em 90 dias deve ser concluída. “Já está bastante avançada a construção e a estrutura vai ficar bem adequada para se tornar referência na Educação”, completa.

Além dos investimentos na estrutura, a Prefeitura também vai aplicar recursos no mobiliário, com berços, armários e equipamentos, como colchonetes, cobertas, lençóis e todo o material didático. “Pretendemos chamar a partir de concurso público as profissionais que atenderão no Centro”, informa Sinval. “As mães da Vila São José levam seus filhos na Pré-Escola Aquarela, que além de ser longe ainda não tem vagas suficientes. Agora vai desafogar a Aquarela com um local bem adequado na própria vila. É melhoria na qualidade de vida daquela população”, argumenta o prefeito.




Iluminação

Além da obra do Cmei, a Vila São José também está recebendo várias outras obras de infraestrutura urbana com pavimentação e iluminação. “Em todos os bairros da cidade e em vários pontos do interior, a Prefeitura está investindo na melhoria da iluminação pública”, acrescenta o secretário Rildo. Na Vila são R$ 80 mil em recursos para a substituição de lâmpadas e implantação de novos postes em seis vias.

Ao todo, cerca de R$ 300 mil estão sendo aplicados nas redes da Copel. Rildo explica que os recursos do Município estão favorecendo especialmente as vias de maior movimentação e locais onde a iluminação era deficitária. “A avenida que dá acesso à entrada da Vila São José era uma preocupação porque estava mal iluminada. Agora ficou bem melhor. Além de maior visibilidade, representa mais segurança”, pontua.

O projeto de expansão da rede de iluminação na sede abrange ainda os bairros Nequinho, Capivari, Santa Rita, Beira Rio, Divina Providência e Santa Paula. Nas localidades e distritos rurais, os trabalhos estão em Serra Gaias, São Bento, Alto do Amparo e Faxinal dos Mendes. “Tibagi é um dos raros municípios que investe na iluminação de bairros rurais”, ressalta Rildo.



Pavimentação

Calçadas em paver, meios-fios, muros de arrimo e pavimentação poliédrica estão em construção por toda a cidade. “Além disso tem a captação do esgoto e abastecimento de água que ampliam a infraestrutura urbana”, diz Rildo.



As frentes de pavimentação concentram-se na rua Santilaire, bairro Capivari, e ruas do bairro Divina Providência, nas proximidades com o Lar de Nazaré. “O Divina Providência vai ficar 100% com pavimentação poliédrica e meio-fio”, garante o secretário.



Praça Leopoldo

A praça da Matriz, Leopoldo Mercer, mudou de aspecto com investimento na iluminação. Todos os postes do estilo republicano receberam lâmpadas mais potentes e novos postos foram implantados na obra que conta com recursos do governo federal, através do Ministério do Turismo. “Nossa intenção é que a praça possa ser utilizada à noite pelas famílias e sem iluminação adequada, o espaço ficava subutilizado. Agora está ótimo. É tanta luz que parece dia”, realça o prefeito Sinval.

A revitalização da praça compreende ainda a construção de novos banheiros, de um coreto e edificação de um quiosque para idosos, com mesas e bancos padronizados. A obra usa aproximadamente R$ 200 mil em recursos do Ministério do Turismo e inclui reformas também na praça 18 de Março, no bairro de mesmo nome.



Outras obras

O Ministério do Turismo ainda desenvolve outras obras no município, somando mais de R$ 4,2 milhões em investimentos, como a pavimentação do acesso da cidade à Transbrasiliana (R$ 2,8 milhões), a revitalização da Ladeira da Nhá Cota (R$ 105,5 mil) e reforma do Clubão do Horto (R$ 195 mil, além de reformulação do Estádio Municipal Homero de Mello (R$ 500 mil na primeira etapa, mais R$ 350 mil em seguida) com a criação de um complexo poliesportivo.



Texto: Emanoelle Wisnievski
Imagens: Christian Camargo