Notícias: Médicos realizaram mais de 32 mil consultas em 2010

on 10/12/2010 - 17:33 1155 reads Dois mil e dez não foi um ano de muitas mudanças infraestruturais na Secretaria Municipal de Saúde, com novas edificações por exemplo, mas foi certamente o período em que as unidades de Saúde da Família realizaram o maior número de atendimentos à população. Jeanine Ribas, titular da pasta, explica que a estruturação do setor que vem sendo feita desde 2005 agora permite maior abrangência da população e mais qualidade nos serviços. “Nunca atendemos tanto e nem de forma tão diversificada. Ampliamos e muito o número de consultas especializadas e os convênios com hospitais de outras cidades”, indica.



O patrimônio da Saúde cresceu com duas novas ambulâncias entregues às unidades dos distritos de Alto do Amparo e Caetano Mendes e um novo carro que passou a servir à Vigilância Epidemiológica. No entanto, a oferta de qualificação aos profissionais da Secretaria superou os outros anos. “Chegamos numa condição muito boa na parte física e agora podemos investir mais nos recursos humanos”, comenta Jeanine.



Ela apresentou, em entrevista no programa Bom Dia Tibagi da Rádio Itay, o balanço de ações do ano e destacou que nas quatro unidades da Estratégia Saúde da Família na cidade e interior foram atendidas 32,3 mil pacientes pelos médicos da família. “É quase duas vezes a população de Tibagi”, contabiliza.



Outro índice de destaque no balanço é de atendimentos pelas enfermeiras, como em exames de puericultura e preventivo, que abrangeu mais de 24 mil pessoas. “As agentes comunitárias de saúde também realizaram um expressivo número de visitas domiciliares”, completa Jeanine. Foram 25.560. “Elas são o principal braço da Saúde no município e têm uma visão sobre tudo o que acontece. São nosso mais importante canal de relacionamento com a população”. As três assistentes sociais da Secretaria também cadastraram 5.290 pessoas.



A quantidade de atendimentos por especialistas surpreende. Na psiquiatria, com a presença do médico um dia por semana, foram 6,9 mil consultas. O neurologista recebeu 1056 pessoas em consultas quinzenais. Na pediatria, pelo menos 4,5 mil crianças foram atendidas nas unidades e no Centro de Saúde da Mulher e da Criança. Lá, o ginecologista fez 6 mil atendimentos.

O serviço odontológico é também um destaque. Em 2010, os oito dentistas ligados à Secretaria de Saúde realizaram 9.828 procedimentos. “E não são apenas curativos, mas de prevenção”, reforça Jeanine, lembrando que além das unidades de saúde, os dentistas têm consultórios em todas as escolas municipais.



Além da atenção básica à saúde e das especialidades apontadas, a Secretaria de Saúde do município ainda oferta atendimento com fisioterapeuta e psicóloga.

Programas

Jeanine realça o bom desempenho do município nos vários programas de prevenção, como campanhas de vacinação, atendimento a pacientes com hipertensão, diabetes e HIV, além da Epidemiologia, em campanhas de combate à dengue, entre outros. “Somos sempre parabenizados pela Regional de Saúde por atingirmos todas as metas”, revela.



Quanto ao público da terceira idade, Jeanine comemora as conquistas deste ano. “O grupo Viver Mais e Melhor mais que dobrou o número de participantes e conseguimos implantar um novo grupo no interior, na localidade de São Bento”, relata.



“Graças as estes bons índices que registramos durante todo o ano, a Secretaria de Saúde de Tibagi foi indicada como uma das 100 melhores do país em gestão”, conta Jeanine.

2011

A maioria dos tibagianos têm na carteira de identidade a naturalidade registrada em outras cidades, porque o Hospital Luiza Borba Carneiro não tem uma maternidade estruturada. “Mesmo assim, neste ano 100 crianças nasceram em Tibagi”, ressalva Jeanine, enfatizando que a principal meta para 2011 é implantar a estrutura no HLBC em parceria com o Estado.

“A Prefeitura já tem convênio com o governo do Estado para o funcionamento do Hospital e teve a sinalização de que possivelmente no ano que vem teremos a maternidade para os partos mais simples. Casos de alta complexidade continuarão sendo conduzidos a outros municípios, mas esperamos que o governo efetive esse compromisso”, almeja.

Outras metas para o próximo ano são a implantação da quinta equipe do Estratégia Saúde da Família, aquisição de novos veículos e reinauguração do centro de fisioterapia. “Estamos também pleiteando uma unidade do Caps [Centro de Atenção Psicossocial] junto ao governo federal e uma unidade do Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] para Tibagi”, anuncia.

Atendimentos

Médicos 32.300
Agentes Comunitárias 25.564
Enfermeiras 24.000
Assistentes Sociais 5.290
Psiquiatra 6.900
Neurologista 1056
Pediatria 4.500
Dentistas 9.828
Partos 100


Texto: Emanoelle Wisnievski
Imagens: Christian Camargo