Notícias: Primeira turma de Tibagi do Programa Força Verde Mirim recebe uniformes

on 23/08/2010 - 13:08 1620 reads “Estou ensinando minha irmã e meus pais a preservarem a natureza e não jogarem lixo na rua e, se eu encontrar alguém fazendo isso, explico que não deve ser assim”. A afirmação é de Elana Cristina Taques de Matos, de 12 anos, uma dos 40 alunos da primeira turma do programa Força Verde Mirim, implantada no município de Tibagi, que neste sábado (22) recebeu os uniformes do curso.



A cerimônia de juramento foi realizada no Teatro Municipal da cidade e contou com a presença do prefeito Sinval Silva e representantes do governo estadual, da Klabin, do Itaytyba Ecocoturismo, de policiais militares e comunidade local, além dos familiares dos agentes mirins. O secretário do Meio Ambiente, Jorge Augusto Callado, foi representado no evento por Geraldo Vitorassi Simionato, chefe regional da Secretaria, em Ponta Grossa.

Outra adolescente participante do projeto é Camila Venerandas, de 13 anos. “É muito interessante ser da Força Verde Mirim, aprendemos a não jogar lixo na natureza, não maltratar os animais, sem falar que aqui temos o Rio Tibagi, que precisa ser cada vez mais preservado”, conta a adolescente. Para Marla Castorino Novakoski, de 13 anos, é muito bom apreender a preservar a natureza e não poluir os rios.



Ela também falou sobre a necessidade de cuidar dos recursos naturais nos dias de hoje. “O lixo tem que ficar no lugar dele, por isso também ensino outras pessoas de que não é legal deixar seu lixo na rua; quando encontro algo jogado cato e deposito em um local adequado”, revela a menina. Ela também disse que todos ficaram mais conscientes depois do projeto.

FVM



O programa é implantado pelo Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde (BPAmb/FV) da Polícia Militar, em parceria com órgãos estaduais e representantes da iniciativa privada como, por exemplo, a Itaytyba Ecocoturismo, empresa que preserva patrimônio particular natural, e apoia o programa oferecendo os uniformes à turma de Tibagi. “Especificamente em relação ao Força Verde Mirim o apoio se dá porque queremos sempre estar em paralelo com o poder público no que diz respeito a preocupação socioambiental”, disse o integrante do Itaytyba Ecoturismo, Luiz Pereira Ramos.

Ele também explicou que a empresa apoia diversos outros projetos sociais e de cunho ambiental na cidade, principalmente em parceria com escolas, sempre objetivando aumentar a conscientização ambiental e continuar a preservação da reserva ambiental da empresa. “Queremos fortalecer o conceito de preservação. Tombamos por iniciativa própria uma área particular de reserva natural como patrimônio, já devido a uma consciência ambiental da família”, disse.

Sustentabilidade



De acordo com o prefeito de Tibagi, Sinval Silva, a prefeitura tem apoiado todas as ações sociais e ambientais desenvolvidas na cidade. “Por isso implantamos o programa do lixo, que hoje é referência nacional, o programa EcoMoradia, que produz casas sustentáveis, até o papel utilizado no poder público é ecologicamente correto. E acreditamos que o programa Força Verde Mirim vem ao encontro de nossas propostas, pois atua diretamente com jovens e crianças, os quais serão os cidadãos de amanhã, que poderão e mudarão o futuro”, disse.

“É fantástica esta formação ambiental, pois eles vão agir na sociedade onde moram, nas escolas e nas famílias; são crianças pensando no meio ambiente”, lembra o prefeito.

A diretora do Colégio Estadual Leopoldina Bittencout Pedroso, escolhido para a implantação do Programa Força Verde Mirim em Tibagi, Ana Lúcia Queiroz, ressalta que a instituição já tem projetos de reciclagem. “Além da escola, a educação ambiental também deve estar na família, e as crianças do projeto vão contribuir para isto”, enfatiza.

A implantação do programa Força Verde Mirim em Tibagi, na opinião da secretária municipal de Meio Ambiente e Turismo, Cecília Nanuzi Pavesi, que viabilizou a realização do programa, vai ajudar na divulgação do projeto Recicla Tibagi, desenvolvido pela Prefeitura. “A atividade vai ser expandida, pois as crianças vão levar a ideia de conscientização ambiental e de reciclagem aos colegas e familiares; vão falar sobre o assunto meio ambiente e o resultado será muito bom”, garante.

Consciência

O programa Força Verde Mirim já está presente em oito cidades do Paraná. Atende a crianças de dez a 14 anos, desenvolvendo nelas a consciência ecológica e o cuidado ambiental. Para o sargento Amilton Barbosa Bueno, tutor e instrutor da turma de Tibagi e de Telêmaco Borba, a região conta com uma grande variedade de fauna e flora e, por isso, a criação da primeira turma é um avanço para as questões ambientais.

“Animais em extinção, por exemplo, vêm reproduzir nesta área, então temos muito a apresentar para as crianças, com o objetivo de orientá-las’, explica. “Para a cidade é um ganho muito grande”, completa.



Os conhecimentos repassados para os alunos, no contraturno escolar, são sobre fauna, flora, poluição, agrotóxicos, mineração, reciclagem, reutilização de lixo e viagens educacionais, entre outras atividades. O uniforme das crianças é composto por boné, camiseta, colete de atividade, calça cargo com zíper, bermuda e é sempre patrocinado por alguma empresa.

Uma das ações já desenvolvidas foi o cemitério de lixo no Centro de Triagem e Compostagem do Recicla Tibagi, durante a Semana do Meio Ambiente em maio deste ano. Eles enterraram vários resíduos, desde orgânicos a materiais que levam milhares de anos para se decompor na natureza. Leri Ribeiro, coordenadora de Meio Ambiente da Sematur, explica que com plaquinhas indicativas sobre o terreno, o lixo ficará lá por mais alguns meses e a intenção é desenterrar tudo no final do ano para compreender o processo de decomposição. “Os integrantes também fizeram viagem técnica ao Complexo Itáytyba Ecoturismo para reconhecimento da fauna, flora e geologia do local”, completa.


Texto: Agência Estadual de Notícias com Emanoelle Wisnievski
Imagens: Christian Camargo