Notícias: 27 recenseadores iniciam coleta em Tibagi

on 02/08/2010 - 19:12 804 reads Em Tibagi, 27 recenseadores iniciaram o trabalho de visitação a domicílios para coleta de dados do Censo 2010 nesta segunda-feira (2). O primeiro entrevistado foi o prefeito Sinval Silva (PMDB), que recebeu a coordenadora local do Censo, Aline Moura, em seu gabinete para responder ao questionário eletrônico. No município, outros cinco servidores aprovados no concurso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) atuam no Posto de Coletas.

Aline ressalta que o Censo Demográfico é o processo de contar e obter informações sobre características dos habitantes de um país. “Os resultados são utilizados para propor e definir políticas públicas e planejar serviços que beneficiam toda a população, como, por exemplo, onde são necessários os hospitais, centros de saúde, escolas e moradias”, comenta.



Para o prefeito, este levantamento vai servir como ferramenta na administração pública. “Acredito que o Censo vai ser melhor desta vez, mais completo. Em 2007 tivemos apenas o Censo agropecuário e de contagem da população, então muitos dados que ainda usamos são de 2000, como índice de analfabetismo, por exemplo”, indicou. Segundo Sinval, com os números atualizados em mãos, a Prefeitura poderá planejar estratégias de gestão adequadas à realidade. “Em dez anos o Brasil avançou muito, precisamos saber onde estamos”, completou.

Outra expectativa do prefeito é em relação à contagem populacional, índice que interfere no valor repassado pelo governo federal às prefeituras através do Fundo de Participação dos Municípios. “A última contagem mostrou Tibagi com pouco mais de 18 mil habitantes, mas outros dados, como da Secretaria de Saúde e Educação, mostram que nossa população pode estar mais próxima de 20 mil habitantes”, conta.

12º Censo



O IBGE está realizando o 12o Censo Demográfico que deverá mostrar um retrato de corpo inteiro do país com o levantamento do perfil da população e das características de seus domicílios, como explica a coordenadora Aline. “Ele nos dirá como somos, quantos somos e como vivemos”. Além de contar o total da população do país por sexo e faixa etária, a pesquisa indica a expectativa de vida, estimativa de brasileiros que vivem fora do país, numero médio de filhos, tipo de habitação em que vive a população e nível de instrução, entre outros.

O levantamento do Censo 2010 começou domingo (1º) e continua até o dia 31 de outubro, em todas as residências do país. as informações são confidenciais e não podem ser divulgadas, a não ser por meio da estatística final.

Esse é o primeiro Censo totalmente informatizado – os recenseadores vão registrar as respostas em um equipamento digital e depois encaminhá-las a um centro de apuração. A expectativa é que o método agilize o levantamento e a divulgação do resultado. Outra novidade é que agora as perguntas incluem questões como cônjuges do mesmo sexo, além de considerar a possibilidade de mais de um chefe de família em cada domicílio.

No Brasil, serão visitados 58 milhões de domicílios. Com isso, será um dos 68 países que realizarão censos este ano e vão pesquisar, no total, quase a metade da população do mundo. Em território brasileiro, os cerca de 190 mil recenseadores devem percorrer os mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados, usando boné azul, colete e crachá com dados pessoais, além de um pequeno computador de mão. Pela primeira vez, o censo será totalmente informatizado, sem os extensos relatórios de papel. “O cidadão também pode pedir outro documento com foto pra identificá-lo, como RG”, salienta a coordenadora em Tibagi.

No Paraná , o Censo Demográfico Brasileiro 2010 envolve o trabalho de 11.162 mil recenseadores do IBGE, que visitarão 3,8 milhões de residências.

Outra inovação desta edição é a possibilidade de o questionário socioeconômico ser respondido pela internet. Neste caso, o morador deve esperar a visita do recenseador para obter o código de acesso ao site do IBGE referente ao seu domicílio e preencher os dados em até cinco dias.

Receba bem!

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta segunda-feira (2) que os brasileiros participem do Censo 2010. “[O Censo checa] se melhorou a questão do saneamento básico, se melhorou a questão da energia elétrica, se melhorou a questão da conquista de produtos dentro da casa das pessoas”, explicou, no programa semanal Café com o Presidente.

Durante o programa, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, lembrou que o censo é a única pesquisa promovida em todos os 5.565 municípios brasileiros. Segundo ele, a ferramenta tem “peso”, uma vez que é usada para nortear políticas públicas por parte do governo federal, governos estaduais e municipais.

“Quando vão fazer estudos sobre a realidade brasileira, trabalham com dados do censo. Então, é fundamental ajudar, respondendo corretamente às perguntas que são feitas”, disse.



Aline diz que cada recenseador terá uma área de trabalho estabelecida, na cidade e interior, e que visitará todas as casas e estabelecimentos que ficam dentro deste setor. “Em cada casa que o recenseador chegar, ele terá de aplicar um questionário, ou seja, fará diversas perguntas sobre a família que mora lá”.

Existem dois tipos de questionários, o básico que é com menos perguntas e o de amostra, mais completo, aplicado em uma a cada quatro casas visitadas.


Texto: Emanoelle Wisnievski com Agência Brasil
Imagem: Christian Camargo