× Fechar menu
Licitação ao vivo
, clique aqui
Prefeitura Municipal de Tibagi

Conferência Municipal de Saúde discute a democracia no setor

22/03/2019 em SAÚDE

A 13ª Conferência Municipal de Saúde aconteceu nesta sexta-feira (22), na Igreja Batista Betel, durante todo o dia, para discutir com os rumos da saúde pública de Tibagi para os próximos quatro anos. Estiveram presentes pessoas da comunidade da sede e dos distritos de Alto do Amparo e Caetano Mendes, funcionários e secretários da Prefeitura e autoridades do legislativo e executivo. O tema deste ano é Democracia e Saúde.

O prefeito Rildo Leonardi agradeceu os esforços de todos os envolvidos na organização do evento, ressaltou que o município vem trabalhando para oferecer uma saúde pública de qualidade aos munícipes. “A gente vê as notícias na TV e se entristece com os rumos da nossa política, é ex-governador preso, dois ex-presidentes, deputados, enfim. É uma pena que gestores públicos, legisladores estejam atrapalhando o desenvolvimento do nosso país e de nossos municípios, desviando recursos que seriam investidos para melhorar a vida de muitas pessoas, principalmente dos mais pobres, que são os que realmente necessitam do nosso serviço. A grande dificuldade que os municípios passam hoje é a redução no repasse  de recursos, aumento da população e aumento da demanda de serviços. Procuramos atender as necessidades, mas muitas vezes, os recursos não são suficientes. E o tema desta conferência, que justamente é Democracia e Saúde, traz à tona o debate e por isso é oportuno falarmos sobre a aplicação desses recursos, de financiamentos que podem contribuir para que tenhamos uma Saúde cada vez melhor e de projetos que vão ao encontro das necessidades da população”, considerou o prefeito.

O secretário municipal de Saúde, Wilson Silva, destacou os esforços para estabelecer serviços de qualidade para o município e a necessidade do envolvimento da população nas ações que visam melhorias no setor. “Hoje é um momento de discussão de políticas públicas do nosso município. Abre-se a oportunidade para a população. Neste momento a gente deixa de lado questões políticas, questões pontuais e busca políticas coletivas que venham favorecer toda a nossa comunidade. A gente sempre está ouvindo a população mas, neste momento é a formalização, para que estejam entrando no plano de trabalho, plano municipal de saúde, plano plurianual, as ações que o município gostaria que fossem realizadas e implantadas”, argumentou.

Ainda pela manhã aconteceu a palestra com o enfermeiro e especialista em gestão de saúde, Giovanne Kalempa Panzzolo. “Esse é o exercício da democracia e qualquer transformação na área da saúde acontece a partir da participação do cidadão. Essa palestra é para caminhar sobre as conquistas, os deveres, os direitos e as construção de um sus para todos”, explicou.

Após a palestra aconteceu o debate e logo depois do almoço os grupos foram divididos para as discussões dos eixos temáticos: Saúde como Direito, Consolidação dos Princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e Financiamento do SUS.

No final do dia houve a plenária para aprovação das propostas e ainda a escolha de integrantes do novo Conselho Municipal de Saúde.

Galeria de fotos


Compartilhe nas redes sociais: